Exposição Como medida: uma coleção terá visita guiada pela artista Adalgisa Campos em 21/01

 Exposição Como medida: uma coleção terá visita guiada pela artista Adalgisa Campos em 21/01. O público saberá detalhes da concepção das obras em exibição na Chácara Lane/Museu da Cidade de São Paulo; a atividade começa às 15h e a entrada é gratuita

Mostra reúne trabalhos produzidos por onde a artista paulistana passou e a partir de protocolos e convenções de esquadrinhamentos

São Paulo, janeiro de 2024 – Quem visitar a exposição Como medida: uma coleção, no domingo (21/01), terá a chance de percorrer as salas da Chácara Lane/Museu da Cidade de São Paulo (MCSP) na companhia de Adalgisa Campos. Às 15h, a artista visual conduzirá uma visita guiada pelo espaço apresentando detalhes e fatos curiosos sobre as obras e seus 20 anos de carreira artística. A entrada é gratuita.

A mostra, inaugurada em novembro passado, conta com mais de uma centena de obras de uma série iniciada por Adalgisa no fim dos anos 1990. São trabalhos realizados a partir de esquadrinhamentos que têm o corpo da artista como um referencial de dimensão.

A coleção reúne registros de objetos e locais por onde a artista passou ao longo das últimas décadas: de lugares da infância aos espaços onde expôs seus trabalhos, como França e Alemanha. Sua habilidade para registros é tão instigante quanto subversiva, explica a curadora da exposição, Talita Trizoli. “Adalgisa utiliza uma variedade de técnicas e suportes vinculados ao vocabulário formal do desenho, do gráfico, do construto”.

CORPO 

Um dos espaços mapeados na coleção é o próprio corpo da artista, que começou a incluir suas medidas em obras a partir de 2015. “Me interesso pelos eixos de alcance, o espaço ocupado em relação ao meu corpo”, destaca. “Quem visitar a exposição também tem um corpo e pode observar meu eixo, meu alcance como algo partilhável”.

“Os protocolos de arquitetura foram historicamente estabelecidos por homens. Todo nosso código de medida e linguagem está fundamentado em uma lógica patriarcal. Ainda que a casa seja posta como o grande território da feminilidade, as mulheres não projetam, historicamente, as próprias casas. Quando a Adalgisa migra para o corpo, ela participa de forma subversiva desse jogo de medição”, destaca a curadora.

A exposição poderá ser vista até 9 de junho de 2024, de terça a domingo, na Chácara Lane/Museu da Cidade de São Paulo.

Sobre Adalgisa

Nascida em São Paulo, em 1971, a artista é graduada em Arquitetura pela FAU-USP e pós-graduada em Pesquisa Cromática pela École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs (Paris). Cursou artes visuais na Universidade de Paris VIII entre 1997 e 1998 e obteve em 2012 o mestrado em Artes pelo Instituto de Artes da Unicamp. Nos últimos 20 anos, desenvolveu obras em que o desenho constitui o eixo estrutural de sua produção. Embora não exerça a profissão de arquiteta, Adalgisa usa metodologias da arquitetura para pensar a relação do espaço.

Sobre o Museu da Cidade de São Paulo

O Museu da Cidade de São Paulo é composto de 12 edifícios e um logradouro construídos entre os séculos 17 e 20, incluindo o conjunto formado pelo Solar da Marquesa de Santos, o Beco do Pinto, a Casa da Imagem e a Chácara Lane, na região central. Essa rede de imóveis é de interesse histórico e estão distribuídos na malha urbana do município, representando um diverso acervo arquitetônico.

Vinculado à Secretaria Municipal de Cultura, o Museu é um espaço de reflexão que tem como objeto principal a cidade de São Paulo, considerando suas manifestações artísticas e culturais, seus bairros, suas ruas, suas tensões sociais e suas edificações como registros documentais da história e das memórias de seus habitantes.

A Chácara Lane foi incorporada pelo Museu da Cidade em 2012 e nela implantou-se o Gabinete do Desenho com o propósito de expor as obras em papel da Coleção de Arte da Cidade. Com o retorno desse acervo ao Centro Cultural São Paulo, a programação de exposições priorizou projetos que apresentem o desenho como forma de pensamento, desdobrando a aplicação do conceito em outras linguagens, como a arquitetura e o design.

Mais informações em: www.museudacidade.prefeitura.sp.gov.br


SERVIÇO

Como medida: uma coleção

Data: De 25/11/2023 a 09/06/2024

Funcionamento: Terça a domingo, das 09h às 17h

Local: Chácara Lane/Museu da Cidade de São Paulo

Endereço: Rua da Consolação, 1024 – Consolação – São Paulo 

Assessoria de Imprensa 

Agência Galo

Foto em destaque: Obras da série Medições de Adalgisa Campos Foto: divulgação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *