‘Mulher: Corpo, Fala e Escrita’ reúne onze vozes literárias

‘Mulher: Corpo, Fala e Escrita’ reúne onze vozes literárias, com  o amor pela literatura em comum, no Capitu Café.

Capitu Café, antiga casa do ” bruxo do Cosme Velho”, Machado de Assis, abre as portas, em 08 de março (sexta), Dia Internacional da Mulher,  para receber o sarau “Mulher: Corpo, Fala e Escrita”,  um lugar de fala, escrita de si e do mundo, de prosa, poesia, ou os dois dialogando com o outro. 
“Somos muitas, engajadas no desafio de viver sob o patriarcado”, definem as escritoras.

Obras díspares, gêneros e vozes literárias que convergem na mesma dor : desafio de falar com mulheres, sobre mulheres, e alcançar reconhecimento do público leitor. Por isso é tão importante que esses eventos de leitura de autoras existam, independente das datas comemorativas. São eles que proporcionam que mais pessoas conheçam as autoras, leiam seus livros e discutam sobre elas.

De acordo com Georgia Annes, uma das escritoras, “somos Onze, mas somos milhares. Somos Mulheres, somos o Mundo.”

Autoras e obras

. Adriana Vieira Lomar
Ebano sobre os canaviais – José Olympio Editora 
Aldeias dos mortos – editora Patuá
Ambiguidades- editora Penalux 
Corredor do tempo – editora Patuá

. Eliana Mara – Fábulas Delicadas 

. Eliane França- Sobre o dorso das fêmeas 

. Georgia Annes  – Onde Minha Poesia te Abraça 

. Ione Mattos- A casa Mãe dos Homens 

. Marcelle Azeredo  – Morrer de Sede em pleno Mar 

. Marina Slade – Iara e outros

. Marta Barcellos – A cortesia da casa 

. Marta Velloso – Entre sedas e algodão 

. Monica Balboni Amparos e a poética da âncora 

. Tais Victa – Conto “Para os dias em que estamos à mesa como GH “

O Capitu Café fica na Rua Cosme Velho, 174, Rio de Janeiro – Cosme Velho e a Roda de Conversa começa às 18h, gratuitamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *