Museu Índia Vanuíre promove oficinas e exposições

Museu Índia Vanuíre promove oficinas e exposições com muita arte no início de janeiro. Entre as atividades, três exposições temporárias representam histórias de inclusão, resgatam memórias e valorizama arte indígena

Crédito das imagens: Divulgação/Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre

O Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, em Tupã (SP), promove diversas atividades nas primeiras semanas de 2024. Por meio do projeto “Férias no Museu”, o público terá acesso a diversas oficinas, tais como a de massinha caseira e de balangandãs, jogos e uma programação que valoriza a memória, os saberes e os fazeres de comunidades indígenas de todo o país.

Além disso, durante o mês de janeiro, o museu promove exposições temporárias que visam colocar o público em contato com diversas manifestações artísticas indígenas que valorizam a tradição dos povos originários. As atividades são gratuitas, com a possibilidade de ingresso voluntário (saiba mais ao final do texto).

Exposições temporárias

“Grafismos e Artes Indígenas do Oeste Paulista”

A exposição de grafismos indígenas destaca a riqueza cultural das etnias Kaingang, Krenak, Terena e Guarani Nhandewa, das terras indígenas Vanuíre, Icatu e Araribá. Além do aspecto estético, a exposição é um compromisso de respeito e preservação cultural. Ela desafia estereótipos, amplia identidades e convida a explorar as histórias, tradições e valores transmitidos por essas expressões artísticas.

“Cerâmica Terena: Preservando a Memória e a Tradição”

A exposição apresenta peças produzidas pelos povos Terena, habitantes das terras indígenas Icatu, em São Paulo, e Cachoeirinha, no Mato Grosso do Sul. São peças como panelas, jarros, moringas e esculturas, entre outros objetos. Algumas cerâmicas já fazem parte do acervo do museu, doados ainda em 1970; já outras obras contemporâneas foram adquiridas ao longo dos anos.

Além de especificidades da cerâmica Terena, a mostra também destaca depoimentos que valorizam e retratam as relações estabelecidas a partir da história, memória, cotidiano, transmissão do conhecimento entre gerações e a manutenção da tradição como um elo entre o passado e o presente.

“Caminhos Inclusivos: A Arte Transformadora”A exposição reúne uma coleção de bonecas africanas confeccionadas com materiais recicláveis. As obras singulares foram criadas a partir de duas iniciativas inspiradoras: o projeto “O Olhar é o Sentir pelas Mãos”, que envolve pessoas cegas na criação das bonecas, e o projeto “Aguçando as Memórias”, que conta com a participação ativa de idosos na concepção das obras de arte.

Datas das exposições: 02 a 31 de janeiro
Horário: terça a domingo, das 9h às 18h

Saberes e Fazeres Indígenas

Como resposta ao esforço de comunidades indígenas de todo o país, no que diz respeito à valorização de suas memórias, o Museu Índia Vanuíre mantém atenção permanente ao tema. Uma das ações que reforçam esse propósito da instituição é o projeto “Saberes e Fazeres Indígenas”, atividade mensal que promove o diálogo entre um indígena convidado e o público do Museu. Além do debate, também busca valorizar e preservar a transmissão da memória indígena às futuras gerações. O convidado deste mês é o Kaingang Zeca, da terra indígena Vanuíre.

Data: 5 de janeiro (sexta-feira)

Horário: das 9h às 16h

Férias no Museu – Oficina de Massinha Caseira

Nesta atividade, os educadores do museu Índia Vanuíre promovem uma oficina de criação de massinhas de modelar a partir de ingredientes como farinha de trigo, água, corante, sal e óleo. Diversão garantida para a criançada.

Data: 9 de janeiro (terça-feira)
Horário: das 9h às 11h

Férias no Museu – Brincadeiras Musicais de Corpo de Voz

As crianças participam de atividades monitoradas que promovem o desenvolvimento da percepção musical, incorporando elementos de percussão corporal e exploração das possibilidades da própria voz.

Data: 10 de janeiro (quarta-feira)

Horário: das 9h às 11h

Férias no Museu – Oficina de Balangandã

Os participantes criam um objeto de matriz africana que também pode ser usado como brinquedo, emitindo um som agradável. São utilizados materiais como fitas crepe, lã, barbante e outros elementos, como fita metálica.

Data: 11 de janeiro (quinta-feira)

Horário: das 9h às 11h

Férias no Museu – Movimento Artístico

A educadora Tia Carla conduz uma oficina divertida, abrangendo história desenhada, escultura e confecção de máscaras de dormir, acompanhada por uma agradável roda de música.

Data: 12 de janeiro (sexta-feira)

Horário: das 9h às 11h

Ingresso Voluntário

O Museu Índia Vanuíre convida o público a fazer parte da história da instituição e a contribuir para perpetuar as ações culturais e sociais desenvolvidas com a comunidade de Tupã e demais visitantes.

Uma das formas para promover sua sustentabilidade de maneira inclusiva foi a adoção de um o modelo de ingresso voluntário – conhecido no mundo todo como PWYW – do inglês “pay what you want” (pague o que quiser), que entrou em vigor em junho de 2017. A entrada ao equipamento continua sendo livre, mas, ao final da visita, o público é convidado a reverter para a instituição o valor que quiser, se puder.

A forma de arrecadação é uma maneira de remover a barreira da entrada e inspirar a generosidade das pessoas no sentido de contribuir com iniciativas culturais. Para a efetivação da doação, foi criado no museu um local específico que mostra ao interessado a diversidade de ações sociais e educativas realizadas pela unidade.

Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre

Localizado em Tupã (SP), o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre é uma instituição do Governo do Estado administrada pela Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo em parceria com a ACAM Portinari – Organização Social de Cultura.

Fundado em 1966 e instalado em um prédio construído especialmente para abrigá-lo, o museu possui acervo, com cerca de 38 mil peças, relacionado à história da região onde está localizado e com foco na cultura indígena. Possui uma das mais importantes coleções etnográficas do país que representam diferentes comunidades indígenas brasileiras.

Funcionamento: terças, quartas, sextas, sábados e domingos, das 09h às 18h; quintas, das 9h às 20h.

Endereço: Rua Coroados, 521, Centro, Tupã – SP   

Instagram: @museuindiavanuire    

Facebook: / museuindiavanuire/ 

Informações

(14) 3491-2202

contato@museuindiavanuire.org.br

Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas


Assessoria de Imprensa (11) 3339-8062 / (11) 3339-8064

(11) 99370-2761 – Plantão

imprensaculturasp@sp.gov.br

Acompanhe a Cultura: Site | Facebook | Instagram | Twitter | LinkedIn | YouTube

ACAM Portinari – Organização Social de Cultura


Assessoria de Imprensa

Fabiano Cruz

(16) 98257-0231

imprensa@acamportinari.org

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *